Capoeira: 40 anos de teatro em Barcelos

A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos estreia nos dias 8, 9 e 10 de abril, “O Fantasma da Ópera”, no Teatro Gil Vicente. Ao celebrar 40 anos, a companhia — que se estreou em Braga — leva a cena o seu primeiro espetáculo de teatro musical, numa produção que envolve cerca de 50 pessoas.
“O Fantasma da Ópera”, a 63.ª produção da Companhia,  conjugação elementos amadores e profissionais, como nas anteriores produções desde que A Capoeira se tornou a companhia de teatro residente no Teatro Gil Vivente, em 2014. Com encenação de Cátia Oliveira e direção musical de Cosme Campinho, o espetáculo conta com parceiros como a ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo —, Coro Cantacellis e Paulo Ferrão Produções.
Baseado no romance de Gaston Leroux, a peça conta a história de Christine, nova bailarina da Ópera de Paris, que tem um admirador secreto a que chamam “O Fantasma da Ópera”, mas Christine prefere vê-lo por “Anjo da Música”.

A história narra artimanhas criadas pelo Fantasma para colocar a amada no lugar de Carlota (Prima Donna e diva do Teatro e do público), permitindo que Christine se torne a verdadeira protagonista no coração de todos.

A admiração do Fantasma rapidamente se transforma em obsessão ao perceber que Christine mantém um enorme afecto por Raul, seu amigo de infância. Irá Christine apaixonar-se pelo tão falado e temido Fantasma da Ópera?

A Companhia de Teatro de Barcelos foi fundada em 16 de Outubro de 1976, na cidade de Barcelos, por um grupo de trabalhadores e estudantes, dirigido por Fernando Pinheiro, tendo apresentado o seu primeiro espectáculo em Fevereiro de 1977, “Quadros Soltos”, no então Liceu Sá de Miranda, de Braga.

Em 1980 A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos decide aderir à Milho Rei – Cooperativa Popular de Informação e Cultura de Barcelos, CRL e transformar-se no seu Departamento de Teatro. Adopta os seus Estatutos e Regulamento Interno, os quais lhe concedem autonomia administrativa, orgânica e financeira.

Em 26 de Maio de 2001 os sócios de A Capoeira votam por unanimidade a constituição de uma associação cultural do direito privado sem fins lucrativos, abandonando a associação que mantinham com a Milho Rei, cujos projectos, com o tempo, se tornaram incompatíveis.

A Academia de Teatro de Barcelos, promovida pel’A Capoeira desde 2014, conta já com um número superior a 30 alunos, a partir dos 6 anos de idade. Sob a sua alçada está a organização do Festival de Teatro de Barcelos, com cerca de 30 edições, que recebe todos os anos dezenas de espetáculos de grupos de teatro de todo o país.

 

Foto: Companhia de Teatro A CapoeiraA Capoeira.jpg

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s